Você julga pela aparência?
Avalie este artigo

Vou começar esse artigo com uma afirmação:

“As pessoas julgam pela aparência”.

Isso pode não parecer justo. Na verdade não parece ser mesmo.

O que sei é que todos nós fazemos julgamentos das pessoas que acabamos de conhecer pela forma como elas se vestem.

E desculpe-me se estou incluindo você nessa também. Mas deixa eu te mostrar uma situação hipotética e fazer uma pergunta antes de você dizer se concordou com essa tal afirmação.

O teste dos dois homens

Imagina você andando à noite bem tarde e precisando entrar numa rua deserta para chegar ao seu destino.

Você percebe vindo em direção oposta dois homens com as mesmas características físicas. Um de um lado da rua e o outro do outro lado.

Um está vestido com roupas que logo associamos à roupas de membros de gang (ou uma facção criminosa):

  • tênis espalhafatoso de marca;
  • bermuda larga;
  • camisa larga com alguma coisa qualquer escrita;
  • um boné;
  • óculos escuros (sim, é noite);
  • cheio de jóias de ouro no pescoço e nos braços.

julgar pela aparência

O outro, do outro lado da rua, está vestindo simplesmente um terno com gravata.

Filme “Sem Limites”, com Robert de Niro e Bradley Cooper . Uma boa aula de estilo.

Qual lado da rua você vai escolher passar? O do homem de terno ou o do que se veste como um membro de gang?

Bem, eu imagino que você escolheria estar do lado da calçada que vem vindo o homem de terno.

Você acabou de julgar pela aparência.

Assim é o ser humano no seu dia a dia. Somos “traídos” por nosso subconsciente fazendo julgamentos iniciais pela aparência.

O que sua aparência transmite

É claro que com o tempo outros tipos de avaliações mais profundas vão ser feitos: caráter, simpatia, inteligência, sociabilidade, afinidades, etc.

E muitas vezes aquela primeira impressão que você fez da pessoa baseada na aparência vai se mostrar equivocada. Mas o fato é que você fez esse primeiro julgamento.

 “Apenas os superficiais não julgam pela aparência.” Oscar Wilde

A aparência diz muito da pessoa.

Cara, mesmo que o mundo vai te julgar  pela aparência, vamos usar isso a nosso favor!

O primeiro passo já foi dado aqui: reconhecer o poder da aparência.

Mesmo quando você quer se vestir mal para mostrar que é um cara que “não está nem aí”, você está querendo ser julgado como esse cara que “não liga para o que os outros pensam”.

E é isso é que é o legal da forma como nos vestimos. Usamos as nossas roupas para transmitir mensagens, sejam elas quais forem.

O que você entende por julgar pela aparência?

Quando eu digo julgar pela aparência, não é aquela coisa de “julgar as pessoas”, mas sim fazer uma avaliação inicial delas.

Lembre-se: mande a sua primeira “pista” para o mundo através do que você veste.

A partir disso podemos agora sim aqui no Clube Style começar a falar propriamente sobre dicas de moda masculina e como se vestir com personalidade.

Abração,

Alberto Solon

estilo-moda-homem-masculino